quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Mãe Coruja tem encontro com prefeito e secretários no município de Lagoa Grande para apresentar o Programa




             O encontro de prefeito e secretários com a equipe de técnicos e coordenação do Mãe Coruja aconteceu no dia 29 de outubro na sala de reuniões no prédio da prefeitura no município de Lagoa Grande. Estiveram presentes na ocasião 10 pessoas entre elas: prefeito, secretário de governo, saúde, educação, infra estrutura, representante da secretaria de ação social, articuladora municipal, técnicos do Mãe Coruja, coordenadora pedagógica dos Círculos de Educação e Cultura e coordenadora regional do Mãe Coruja.
        Esse encontro teve como objetivo apresentar o Programa Mãe Coruja Pernambucana com a perspectiva de reforçar a importância do mesmo no combate a mortalidade materna e infantil no estado de Pernambuco. Na ocasião, foi apresentado também o monitoramento do município de Lagoa Grande enfatizando os números referentes às metas descritas pelo Programa. Foi explicado cada indicador buscando melhorar o entendimento e a participação das secretarias na articulação das ações planejadas e desenvolvidas com o intuito de avançar de forma positiva os indicadores.
    Foi pontuado também o papel do articulador junto ao Mãe Coruja e enfatizado a necessidade do mesmo em estar integrado com todas as secretarias.
Durante todo o encontro os envolvidos demonstraram interesse na participação das ações do Mãe Coruja, colocando-se a disposição para contribuir com o avanço na diminuição dos índices de mortalidade materno infantil no município.



Matéria: Profissionais do Canto Mãe Coruja em Lagoa Grande - Ailza Alves Nascimento e Fabíola Bezerra de Sá
Setor de Comunicação e Arte do Programa Mãe Coruja Pernambucana

Profissionais da IX regional de Saúde são premiados na 14 ª Mostra Nacional de Experiências Bem Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (Expoepi)


       
        Profissionais da IX Regional de Saúde participaram da 14 ª Mostra Nacional de Experiências Bem Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (Expoepi) realizada em Brasília (DF) entre os dias 27 a 31/10. Apresentando o trabalho intitulado "Aprimoramento da vigilância do óbito em âmbito municipal e regional: estratégias utilizadas pela IX Região de Saúde do Estado de Pernambuco”, esta experiência mostrou as etapas desenvolvidas na região através da vigilância epidemiológica e do Programa Mãe Coruja Pernambucana para o desenvolvimento de estratégias locais e regionais a luz da evitabilidade na prevenção e redução da mortalidade materna, infantil e fetal. O trabalho foi premiado em 2º lugar na área temática “Melhoria da Qualidade da Informação”.
     O reconhecimento da estratégia através da premiação  mostra os impactos positivos de uma gestão participativa com foco em resultados e aponta para a importância das ações integradas no fortalecimento da vigilância do óbito.




























Matéria: Profissional do Mãe Coruja- Coordenadora Regional Leonia Carvalho de MouraRevisão: Setor de Comunicação e Arte do Programa Mãe Coruja Pernambucana

Araçoiaba - Mãe Coruja faz atividades direcionadas ao desenvolvimento infantil saudável





 E foi com muita alegria, descontração e informação que  o Mãe Coruja através dos Círculos de Educação e Cultura e o Canto de Araçoiaba promoveu a semana da criança. As atividades tiveram o intuito de valorizar a criança, estimular a auto-estima infantil, abordar seus direitos e deveres, de perceber as brincadeiras como meios que favorecem a aprendizagem e a interação com a família e com outras crianças.    Várias atividades foram realizadas para tais fins, dentre elas: rodas de conversa com os profissionais do Mãe Coruja, cineminha, pinturas, colagens, artes com papel e massa de modelar, brincadeiras educativas, jogos didáticos e palestra informativa para as mulheres e familiares com a assistente social da ONG Aldeias Infantis sobre o tema: brincando a gente aprende. Na ocasião a palestrante enfocou os direitos da criança, dentre eles o de brincar e de como as brincadeiras podem favorecer na aprendizagem das mesmas respeitando as suas fases de desenvolvimento. Abordou ainda a necessidade do cuidado e da importância da atenção com as crianças. Na finalização da semana foram distribuídas sacolinhas surpresas, lanches e brinquedos como incentivo a prática do brincar. Foi uma semana muito prazerosa para todos os participantes.


Matéria: Profissionais do Mãe Coruja em Araçoiaba
Revisão: Setor de Comunicação e Arte do Programa Mãe Coruja Pernambucana



Araçoiaba - Mãe Coruja e município promovem roda de conversa sobre como prevenir o câncer de mama

               


          Com o intuito de informar, orientar e esclarecer diversos assuntos relacionados ao câncer de mama, especialmente sobre sua prevenção, os Círculos de Educação e Cultura do Programa Mãe Coruja em Araçoiaba, em parceria com a Secretaria de Saúde do Município, promoveu roda de conversa informativa sobre o tema. Teve o público das mulheres cadastradas no Programa e familiares. O encontro foi realizado no Canto mãe Coruja e teve a participação do médico cubano Dr. Sandor Kindelan Reyes que interagiu de forma muito proveitosa com todas as que estavam presentes. Ensinou a fazer o auto-exame enfatizando sua importância para o diagnóstico precoce e para a mulher conhecer o seu próprio corpo, abordou também entre outras coisas, sobre a importância da alimentação saudável e da amamentação como ações preventivas e que favorecem a saúde da mulher.  Muitas dúvidas foram esclarecidas e o encontro muito satisfatório. 







Matéria: Profissionais do Mãe Coruja em Araçoiaba
Revisão: Setor de Comunicação e Arte do Programa Mãe Coruja Pernambucana


quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Mãe Coruja em Cabrobó participa da caminhada de encerramento do Outubro Rosa


               O mês de outubro foi dedicado ao cuidado das mulheres contra o câncer de mama e ficou conhecido como Outubro Rosa. No dia 30 de outubro a Secretaria de Saúde em parceria com outras Secretarias municipais realizou a caminhada para encerrar as atividades do Outubro Rosa, finalizando com uma palestra com profissionais da saúde e uma avaliação de toda a equipe da saúde sobre as atividades realizadas no mês de outubro para prevenir e/ou tratar o câncer de mama. Durante o evento foi distribuído blusas, bonés e balões cor de rosa, folders explicativos sobre a realização do autoexame, do exame clínico e da mamografia. 
  O Programa Mãe Coruja pautado na preocupação e no zelo com as mulheres e a família não poderia deixar de participar deste momento tão importante de cuidado e informação para as mulheres.  




Autoria: Profissional do Mãe Coruja  - Professora dos CECs Elineide Alves dos Santos – - Cabrobó
Revisão: Setor de Comunicação e Arte do Programa Mãe Coruja Pernambucana

Santa Maria da Boa Vista - Brinquedos e brincadeiras de antigamente: uma interação saudável entre a criança e o idoso



A-do-le-tá;
Le petipetipolá;
Le café com chocolá;
A-do-le-tá;
Puxa o rabo do tatu;
Quem saiu foi tú!




   Numa sociedade cada vez mais industrializada os jogos de computadores e brinquedos eletrônicos passaram a ser mais constante na vida das crianças, o que torna o brincar mais individualizado.
O Brincar possibilita o resgate de valores sociais essenciais, é uma forma de comunicação entre as gerações, um instrumento de aprendizagem e de valorização do patrimônio lúdico-cultural em diferentes contextos.

     Então, "é por meio das brincadeiras que podemos compreender a cultura de um povo, e é brincando que a criança começa a ter contato com o mundo a sua volta" (KISHIMOTO 2006).

    No intento de levar o conhecimento de brinquedos e brincadeiras entre as gerações, idosos e crianças, é que o Canto Mãe Coruja Pernambucana em Santa Maria da Boa Vista, promoveu uma atividade divertida, de resgate de valores e as várias maneiras de se brincar. Na oportunidade os idosos lembraram dos brinquedos e brincadeiras que fizeram na infância, por meio destas brincadeiras, comentaram que aprenderam a dividir, cooperar, ganhar ou perder, assim como nos tempos atuais.
Com massinhas de modelar coloridas, puderam voltar à infância construindo junto com as crianças seus brinquedos preferidos. Para dinamizar a atividade alguns idosos apresentaram e explicaram como se brincava de cabra-cega e passa anel. Todos se divertiram inclusive a criançada. Além de outras brincadeiras como quem pinta palhaço? Vídeos do Instituto Alana foram exibidos... Estreia-Território do brincar, Território indígena, Uma tirinha que emocionou o mundo. 

    A exibição dos filmes fez com que idosos e crianças pudessem se perceber, valorizando a história e a cultura das brincadeiras das gerações anteriores, onde estas podem vir a ser uma forma de apresentar as crianças de hoje um conhecimento que lhe proporcionará o desenvolvimento físico, social e corporal, promovendo assim uma reflexão sobre o papel do idoso e o que ele pode contribuir para as novas gerações.

  Assim, os idosos são hoje portadores de uma grande sabedoria que muitas vezes não é valorizada pelas crianças, as quais preferem assistir desenho animado ou jogar vídeo game ao invés de escutar as histórias e brincadeiras de seus avôs.

   Concluímos a atividade aspirando ao resgate das brincadeiras por meio de uma proposta que possibilitasse a troca de vivencias e a exploração de brincadeiras tradicionais, visando à interação saudável e a valorização do conhecimento do idoso.

Matéria: Profissional do canto Mãe Coruja Pernambucana em Santa Maria da Boa Vista - Silvana de Alencar Santos
Revisão: Setor de Comunicação e Arte do Programa Mãe Coruja Pernambucana











Solidão - Mãe Coruja e município na prevenção do câncer de mama e útero no "Outubro Rosa"


     Em  outubro de 2014, o Mãe Coruja através do seu Círculo de Educação e Cultura que funciona no Canto Mãe Coruja em Solidão em parceria com o Núcleo de Apoio a Saúde da Família – NASF, realizou uma palestra abordando o mês Rosa com temas relacionados à prevenção ao câncer de mama e de útero. As educandas participaram do momento, interagindo e tirando suas dúvidas.       Ao final foi realizado uma dinâmica e oferecida uma Rosa a cada mulher, confeccionada pelas próprias educandas do Círculos de Educação e Cultura de Solidão 





Matéria Profissional do Mãe Coruja em Solidão - Coordenadora pedagógica Marcileide Candido
Revisão: Setor de Comunicação e Arte do Programa Mãe Coruja Pernambucana





Mãe Coruja em Exu participa das ações para prevenção do câncer de mama do "Outubro Rosa"




      Neste mês as ações de incentivo a prevenção do câncer de mama são intensificadas em todo o mundo, alertando as mulheres para o diagnóstico precoce da doença que é o primeiro e mais importante passo para a cura. Em Exu entre as iniciavas o Canto realizou uma palestra sobre o tema da campanha. Neste encontro, com a colaboração de uma  empresa de cosméticos, foi promovido um momento de beleza para as participantes que puderam ser maquiadas, estimulando e favorecendo a autoestima dessas mulheres. Um outro destaque foi a caminhada pelas principais ruas da cidade, onde  participaram diversos profissionais das Unidades Básicas de Saúde, Coordenadoria da Mulher, Centros de Referência Especializado de Assistência Social, Núcleo de Saúde da Família e Canto Mãe Coruja.





 Matéria: Profissionais do Canto Mãe Coruja em Exu / Colaboração: Leonia Carvalho (coordenadora regional)
Revisão: Setor de Comunicação e Arte do Programa Mãe Coruja Pernambucana

Cabrobó - Mãe Coruja através do seu Círculo de Educação e Cultura promove palestra sobre a boa alimentação e parto saudável


          No dia 29 de outubro foi realizada uma palestra sobre segurança alimentar e nutricional ministrada pela professora dos CECs e a enfermeira Dulce Figueira responsável pela USF onde funciona um dos círculos.
As profissionais abordaram temas pertinentes a segurança alimentar e nutricional definindo  de forma clara seu conceito. Apresentaram a lei orgânica de segurança alimentar e nutricional, as atribuições e responsabilidades de cada instituição envolvida na promoção do bem estar da sociedade. Foi apresentada as ações e as estruturas da SESAN. Ressaltamos o papel do DEFEP- Departamento de Fomento e a Estruturação Produtiva que é responsável pelos programas: Cisternas, Fomento as Atividades Produtivas Rurais  de apoio aos povos e comunidades tradicionais, Projeto de apoio a estruturação da produção familiar.
Ao concluir o tema segurança alimentar, foi esclarecida as dúvidas que as mães presentes tinham sobre o mesmo. Em seguida abordamos a importância de uma alimentação saudável para uma boa qualidade de vida.
A enfermeira Dulce Figueira iniciou as atividades sobre os tipos de parto com alguns questionamentos voltados para as gestantes presentes, que expuseram suas opiniões em relação ao tipo de parto que pretendem ter. Em seguida foi abordado as vantagens e os benefícios de se fazer o parto normal e as desvantagens de uma cesariana desnecessária. Na ocasião foram ouvidos os depoimentos das mães educandas: Layanne Dantas que teve seu parto Cesário e de Jaiana Ferraz que teve seu primeiro parto normal e que espera o segundo desejando que o mesmo seja normal também.
Com a palestra as mães puderam tirar dúvidas e terem mais esclarecimentos sobre os temas que foram bastante pertinentes para o aprendizado de todas que estavam presentes.
Finalizamos com agradecimentos a todas que se fizeram presentes.  


Matéria:  Profissional do Mãe Coruja em Cabrobó - Maria Quirino, professora do Círculo de Educação e Cultura.
Revisão: Setor de Comunicação e Arte do Programa Mãe Coruja Pernambucana